Escolha as opções de cinematismo de sua carregadeira com sabedoria

17 de março de 2020 0 Por Bamaq Máquinas

A maximização da utilização de uma pá carregadeira, começa na escolha da configuração da máquina com a sua devida aplicação. A maioria dos fabricantes oferece duas opções diferentes de cinematismo: barra em Z e elevação paralela (ou porta-ferramentas). A escolha de qual usar depende de como você planeja usar a máquina.

“O trabalho específico que você deseja realizar deve ser o principal fator na determinação da configuração adequada do cinematismo da carregadeira de rodas”, diz Paulo Tagliaferri, gerente de vendas da 4Machines. “Se sua função principal é carregar / descarregar itens com um garfo, uma configuração de elevação paralela funcionará melhor. A movimentação de materiais com caçambas, em aplicações que exigem maior poder de desagregação, será melhor manipulada, com uma configuração de barra Z.

Melhor força de desagregação

Cada configuração possui vantagens distintas. A articulação em barra Z é a mais tradicional e existe desde a invenção das carregadeiras de rodas. Nomeado formato em “Z” do cilindro de inclinação, e alavancas, é a configuração mais popular há anos. A força de desagregação é o maior ponto de vendas da articulação em Z. A força de escavação ao nível do deste cinematismo Z permite produzir uma alta força de desagregação com muita eficiência e as carregadeiras de rodas equipadas com articulações com barra em Z também são capazes de manter alto torque em qualquer posição de braço de elevação inferior, fornecendo altas forças de desagregação e tornando a articulação uma boa escolha para aplicações de carregamento de caminhões

Dito isto, as configurações da barra Z têm restrições de visibilidade quando usadas com acessórios. É mais difícil ver a carga porque o cilindro hidráulico está no centro do campo de visão do operador. A barra Z também tenderá a retroceder quando elevada, o que torna a retenção da carga elevada um desafio para um operador inexperiente.

Mais visibilidade e estabilidade

A visibilidade é um grande ponto de venda para o cinematismo de elevação paralela. Com esse tipo de articulação, o operador tem uma visão clara do centro dos braços de elevação, o que é útil durante o manuseio preciso de paletes ou aplicações de assentamento de tubos.

A capacidade de elevação paralela é outro benefício importante. Como o próprio nome sugere, o acessório dianteiro permanecerá paralelo ao solo à medida que sobe em uma carregadeira de rodas com articulação de elevação paralela. Em uma máquina com articulação em barra Z, o implemento será revertido ou rebatido quando levantado. A capacidade de elevação paralela é particularmente útil em aplicações que exigem maior precisão com garfos, garras e maior alcance.

Os projetos de articulações de elevação paralela variam entre os fabricantes, mas em geral são mais complexos que as articulações de barra Z, com mais articulações, pinos, alavancas e cilindros. Historicamente, muitos cinematismos de elevação paralela foram projetados usando dois cilindros de elevação e dois conjuntos de articulações e isso resulta em duas vezes mais peças para a manutenção do equipamento.

Outra desvantagem em cinematismos de elevação paralela é a força de desagregação menos eficiente. A geometria da elevação paralela resulta em menos alavancagem mecânica do que a configuração da barra Z.

Maquinas com cinematismo de elevação paralela são oferecidas nas máquinas pequenas e médias de muitos fabricantes, onde os requisitos de precisão, visibilidade e uso de garfo tendem a superar a necessidade de força de desagregação adicional.

Novos projetos emergentes

Está surgindo uma tendência de oferecer versões híbridas de cinematismo paralelo e de barra Z. Esses projetos oferecem a força de desagregação de uma articulação em barra Z e a capacidade de elevação paralela de uma articulação paralela usando um design de cilindro único. No entanto, eles sacrificam parte da visibilidade de uma verdadeira configuração de levantamento paralelo.

As vantagens desses projetos híbridos são a excelente força de desagregação e a elevação paralela aceitável, e as desvantagens são a visibilidade reduzida do implemento e o fato de a elevação paralela não ser tão boa quanto uma verdadeira máquina de elevação paralela.

Escolha o cinematismo sabiamente

Então, qual a configuração de cinematismo é mais adequada para suas carregadeiras? Uma regra prática comum é que, se a sua aplicação exigir o uso de garfos 75% do tempo, considere uma configuração de braço de  elevação paralela; se você usar garfos em menos de 25% do tempo, uma configuração da barra Z pode ser mais apropriada.